Início

ABRACCINE geral

Confira a programação da Sessão ABRACCINE, que – entre março e abril de 2018 – promove sessões de Quarto Camarim em treze cidades do país: Programação Sessão Abraccine >>

 

QUARTO CAMARIM / 101min / Cor / DCP / Brasil / 2017

Trailer: [subtitulado en Español] // [subtitled in English] // [sous-titré en français]

# Sobre a dimensão Política de “Quarto Camarim” (da diretora Camele Queiroz):

“Quarto Camarim” parte de um encontro, mais precisamente, mostra um reencontro entre duas sensibilidades, de diferentes gerações e histórias de vida. O fato de Luma ser travesti traz à tona dimensões sociais e políticas complexas no campo da sexualidade, das diferenças de classe, dos afetos familiares, do preconceito violento e de questões de gênero. Questões políticas, portanto, são inerentes ao filme. Mas a abordagem escolhida por nós, que se situa no limite das relações entre estética e política, propõe ao espectador uma experiência cujo sentido e importância ele mesmo deverá procurar. Preferimos não estabelecer de antemão ou julgar a importância que o tema do filme evoca. Mas temos consciência de que, por um lado, a força dramática do filme reside no fato de Luma ser travesti e ser minha tia, mas por outro, essa força vem também da expressão pessoal de minhas inquietações e das escolhas formais às quais eu recorro para expressá-las, nublando as fronteiras entre a vida e a arte, entre o documentário e a ficção, entre o fato e a memória. Pessoalmente, sinto que tudo isso reunido constrói um filme que só pode ser importante na medida em que ele possa causar no espectador uma intensidade de sentimento junto a uma possível reflexão. Afinal, são os impactos na sensibilidade das pessoas, sejam quem sejam, que, historicamente, transformam as bases das sociedades, seus valores, suas verdades, para quem sabe, trilharmos o caminho de um mundo menos violento e cada vez mais aberto às diferenças.

SINOPSE: Uma sobrinha busca reencontrar a sua tia depois de vinte e sete anos sem qualquer contato.

Sinopse estendida: A diretora do filme tenta reencontrar o seu tio depois de vinte e sete anos sem qualquer contato. Seu tio agora se chama Luma. O próprio cinema media a relação entre tia e sobrinha e fazer o filme se torna a razão do reencontro. Razão, porém, não isenta de questões que inquietam a diretora ao se autoquestionar sobre as suas próprias razões. As próprias tensões da relação entre a diretora e a tia constituem a estrutura do filme, cuja narrativa busca se preencher a partir de suas próprias lacunas. Quarto Camarim assume contornos dramáticos e estéticos que refletem as relações entre o fazer cinema e a vida mesma, pondo em diálogo as representações da memória da diretora sobre a sua tia com a personalidade de Luma, que inspira a sobrinha com a sua performance intensa e seu caráter firme.

[ESP] Una sobrina busca encontrar su tío tras veintisiete años sin ningún contacto.

[ENG] A niece seeks to find her uncle after twenty-seven years with no contact.

Poster Quarto Camarim

Anúncios